quinta-feira, 5 de julho de 2007

Guerreiro

.
.
Guerreiro


Por você usaria do gládio,
Mesmo que encontrasse a morte,
Mesmo sabendo que não sou hábil.
Por você jogaria com a sorte.

Por você valeria a luta,
Mesmo que no final perdesse a batalha.
Mesmo que lutassem de forma astuta.
Por você daria minha carne à navalha.

Por você perderia a honra,
Mesmo que tivesse de galgar o inferno,
Por você conheceria a desgraça.

Mesmo sabendo que com meu nome o inimigo zomba.
Por você sofreria com o pior inverno.
Mesmo não podendo dizer seu nome, sua graça.


J Carlos Favoretto
1998

Da serie: Antiqua


.
.

Um comentário:

Marcia disse...

Como está meu querido Favo de Mel? To tanta saudadinhas de tu, menino...Meu Cauã nasce esse fim de mês...Imagina como estou...Além de gorda, claro...rs!
Beijos meu querido e saibas, teu canto permanece aki em meu coração...ademais da lembrança, a saudade vigora!
Bj grande!
Marcia do Arte é Vida